COMO OUVIR A VOZ DE DEUS?

Minha história não é mais uma daquelas que parecem um conto de tão linda, e nem daquelas exemplares, livres de erros. Mas tenho certeza que em vários momentos, muitas mocinhas irão se identificar. Com 14, 15 anos, eu dei o primeiro passo que uma princesa em declínio espiritual dá. Topei entrar em um namoro com um rapaz que não partilhava da mesma fé que eu. Todas nós concordamos que não há qualquer comunhão e provação de Deus nisso, ainda que o rapaz seja admirável e cheios de atributos essenciais. Embora o namoro precoce não tenha perdurado por muito tempo, também concordarmos que um relacionamento de um dia já é suficiente para abrir feridas, que por vezes um ano todo não conseguirá curá-la.

Aos 19 anos, tomei a maior decisão da minha vida. Decidi me reconciliar com meu primeiro e grande amor. Nessa época minha mãe já frequentava uma igrejinha perto de casa, e chegou em casa uma vez com um papo de que o filho do pastor possuía as características que eu sempre apreciei (estereótipo). Minha primeira resposta foi a de que não nutria qualquer interesse em ir à igreja do povo barulhento, e que ainda que fosse um belo rapaz loiro dos olhos verdes, não me apeteceria só por ser filho do pastor. O tempo passou e eu me esqueci do argumento da minha esperta mãe, e acabei aparecendo em culto qualquer. Confesso que gritava por mais de Deus, eu estava transbordando de saudades do meu Paizinho. Meu coração só parou de chorar, pra bater mais forte por aquele rapaz que parecia um príncipe, e que cruzara o olhar comigo no meio do louvor, enquanto tocava um violão. Mesmo assim, o anseio que eu estava pelo perdão de Deus, me fez seguir olhando para as coisas espirituais. Acabou o culto, o loirinho dos olhos verdes, sorriso discreto, olhar firme, me recebeu como ninguém, me falou das programações e me deixou muito à vontade.

O tempo passou, embora eu tenho de cara o achado interessante, Deus começava ali um novo tempo na minha vida. Um tempo de restauração espiritual. E nessa altura, tomei conhecimento também de que ele seguia em oração com uma moça da mesma igreja, que por sinal eu gostava muito, o que fez com que eu bloqueasse meus pensamentos e intenções. Foram meses, processo dolorido e necessário. Nessa época, o único lugar em que o via  era na igreja. Ele não orava mais com a garota. E agora, pasmem, ele iria ser o meu vizinho da frente. O que outrora era um culto ou outro, normalmente aos finais de semana, agora seria diariamente, cerca de alguns passos separando nossas casas. Não bastando, o irmão da igreja, agora vizinho, o boy iria estudar quase que na mesma faculdade que eu. E o detalhe é que eu não tinha carona (kkkk).

Em questão de meses, a nossa relação superficial de irmãos, passou a ser de amigos e companheiros de obra e objetivo, haja vista que tanto eu, quanto ele, éramos líderes de evangelismo nas nossas faculdades. Certo dia da semana ele atravessava a rua para tocar e pregar no culto em que eu dirigia, outro, eu atravessa para cantar e ministrar uma mensagem no culto dirigido por ele. Não demorou muito pro sentimento explodir no peito. Seria possível um rapaz conseguir reunir tudo que eu sonhei nele mesmo?!Ele era mais que o filho bonito e cobiçado do pastor, ele era o cara com quem eu poderia abrir meu coração acerca dos objetivos espirituais, e encontrar respaldo e apoio. Ele sonhava meus sonhos.

sessão namoooro copy

Passando um tempo, cerca de 02 (dois) anos aproximadamente de convivência, ele me chamou para uma conversa. Uau, coração na boca, uma mistura de alegria, nervosismo. Eu tremia. Pois vale dizer, que se caso algo desse errado, eu estaria fadada e seguir o resto do meu curso indo de carona com alguém sem trocar uma palavra, pois na altura do campeonato, não conseguiríamos conviver da mesma forma.Ele se declarou, disse o quanto me admirava e o quanto desejava ser meu …acreditem…ESPOSO! Caraca, o guri falou de casamento comigo, antes de me convidar para orar juntamente com ele.  Eu já estava sem suas oração há um tempo, e ele? Ah ele era parte de uma tempo precioso demais, que Deus pela sua graça me levara a ter de joelhos e aos prantos em uma cadeirinha no canto do meu quarto. Aceitei. Era bom demais pra ser verdade. Peguei o celular, contei pra amiga que nos ajudou o tempo todo( um beijo Lud). Rimos até chorar, falamos da promessa de Deus, sonhamos. Vale destacar, que não trocamos qualquer toque, mesmo ele me propondo um compromisso.

 No outro dia, ele sumiu. Não me atendia, não respondia minhas mensagens. Parecia uma pegadinha. Quando cheguei, ele estava na minha espera, com um rosto abatido, pra não dizer, detonado. Meu amigo, companheiro, e agora ‘’orante’’, noite em que me propusera um relacionamento, firmou em seu coração uma prova de que Deus daria paz a todos inclusive a seus pais, para que estivéssemos sob as bênçãos. Seus pais não aceitaram, imediatamente fecharam seus corações, e o aconselhou a orar mais, esperar mais e etc. Agora chegara a dura hora, ele fora precipitado em me propor um compromisso, e teria que passar pela vergonha de se desculpar encerrando ali qualquer esperança. Nessa noite, ele me disse uma frase que eu JAMAIS irei esquecer: “Naty, eu gosto demais de você, mas eu não tenho a resposta de Deus ainda quanto à esse decisão. Eu não tenho o ‘’Sim’’ de Deus, e esse  ‘’Sim” que nos sustentará, quando todas as circunstâncias quiserem nos provar que não passava de um ‘’Não..’’ Sentei na calçada e morri. Chore com a alma, corpo, como nunca. Eu deveria odiá-lo, mas sua atitude em não continuar conduzindo um relacionamento sem a certeza da permissão de Deus, me fez amá-lo ainda mais. No mundo de onde eu havia vindo, se entrava e saia de relacionamentos, abrindo e fechando corações, como quem tira e põe uma camiseta. Mas ele me mostrara que não, que amar alguém requer renúncia, e uma lealdade além dos sentimentos. Começava ali uma caminhada sozinha, pois é bem verdade que nos afastamos de maneira considerável, de outra forma não conseguiríamos conviver sem nos remeter novamente apenas ao desejo do nosso coração.

Não poderia deixar de contar um episódio que me marcou muito. Certa noite, tínhamos um chá de bebê de uma amiga em comum, e estávamos nos evitando (como sempre). O que me deixava ainda mais triste é que eu dependia de sua carona. Então nesse dia, entrei no meu quarto, ajoelhei e fiz um oração. Disse ao Senhor que agisse naquela noite de alguma maneira, que olhasse para nós e visse nossa situação difícil de não conseguirmos conviver diante dos sentimentos e dúvidas, e que me desse um sinal ainda que fosse algo para eu me apegar e ter força para esquecê-lo. E então, fomos a festa. No final do chá, uma irmã nos chamou e disse que iria orar por nós. Então ela segurou nossas mãos , e disse: Vocês são casados?, respondemos que não. São noivos ou namorados? Dissemos que não. Então ela disse:’’ Não é isso que eu vejo. Vejo um aliança muito linda entre vocês, e a obra que Deus tem é muito grande. E fechou com chave de ouro e um ‘’murro na minha cara’’ dizendo: ‘’Você não me pediu um sinal filha, antes de sair de casa? eis aqui o seu sinal, você precisa perdoá-lo, e aguardar em Deus.’’ Por que né gente?! Deus tinha que me desmascarar na frente dele assim?! Kkkkk. Quem mandou pedir o sinal né?! Não especifiquei, Deus faz da forma que quer! rsrs

sessão-namoro-3

Assim passamos mais 2 anos e pouco aproximadamente. Já eram quase 5 no total. Enquanto isso, meu tempo de joelhos na cadeira já quase mofada de tanta lágrimas, dobrava. Eu cantava pro meu Pai: ‘’ eu não tenho nada além de Ti..’’. E não tinha mesmo. Ninguém, e nada que tivesse o poder ou a capacidade de me aproximar do homem que eu amava. Mas agora, eu já não estava interessada em saber se eu, dentre tantas, era a moça à altura do rapaz disputado. Eu queria saber se ele, era o rapaz correto para uma moça sincera que amava o Teu Deus de maneira absurda. Ainda lembro da noite em que fiz essa entrega. Daquele dia em diante, eu vivia a minha espiritual, sem qualquer ligação ao Luis. Eu não dependia, eu não agia de maneira que me beneficiava. Mergulhei no Deus que cuidou tanto de mim. Com o tempo, ele começou a comentar com outros, o quanto me admirava, e o quanto eu estava a sua frente, espiritualmente e ministerialmente. Quanto mais eu buscava a Deus, mas Deus puxava o coração do Luis para perto de mim.

Eu via garotas, agindo com suas próprias mãos, usando de suas próprias armas. Chorei, sofri, mas no final do dia, Deus sempre me acalmava com a certeza de que havia uma entrega total da minha vida à Ele. Na caixinha, que eu costumo ensinar para as meninas, eu montei muita coisa, e no que concerne amor, ali estava o Luis, bonitinho no canto. Mas o dia em que o Senhor me propôs uma troca, me oferecendo a caixa que Ele mesmo montara, eu não pensei duas vezes. Entreguei tudo. Paguei pra ver. Não poderia haver algo melhor pra mim, senão algo criado pelas próprias mãos do MEU PAI.

Mas assim como o dia da entrega, o dia deu receber minha caixa de presente também chegou, e quando eu abri o ‘’compartimento do amor’’, alí estava ele, no mesmo canto, conforme eu houvera pedido. Deus me surpreendeu e honrou demais, diante de Todos. O rapaz que há quase 5 anos guardou um sentimento por temer atropelar a Deus, agora me amava como nunca, e estava disposto enfrentar as circunstancias desde que Deus estivesse conosco.

Me lembro da noite em que ele foi a uma vigília, eu fiquei aflita, com muito medo das ‘’profetadas’’ , mas ele voltou com muita certeza e paz no seu coração . Me enviou uma mensagem de madrugada : ‘’ Jesus pode escrever a nossa história de novo ‘’. Chorei, sorri, não dormi mais. Meus sogros permitiram o namoro, tínhamos a benção dos nossos líderes, nos amávamos como nunca, ou como sempre, sei lá. Rsrs Durante os quase 5 anos, de muita oração, paixão a flor da pele, em nenhum momento trocamos qualquer toque, nem um selinho sequer. Fomos nos abraçar e beijar, após 1 semana do namoro totalmente oficializado. E frisem meninas, essa história de ficar para saber se vale a pena é mancada. Princesa do Senhor não fica!

 Namoramos por 1 ano e 6 meses. Numa noite, após o culto, ele soltou um música romântica, pegou um microfone, e com a ajuda dos amigos, suspendeu uma faixa enorme me pedindo em casamento. ( pode parecer brega, mas pra quem é piolho de igreja, essa era a forma mais maravilhosa dele demonstrar rsrsr). Leu um texto que ele mesmo escreveu…e no final da carta ele dizia…: ‘’ O motivo principal que eu a quero como mulher, dentre tantos, é que essa garota, compartilha do maior sonho e desejo que eu tenho, viver os planos missionários de Deus. ”

Agora eu entendia. Embora eu tenha sofrido e por vezes reclamado, os quase 5 anos, nos fizeram enxergar além. Já não éramos estranhos tentando surpreender um ao outro. Respirávamos a mesma causa, conhecendo os limites, defeitos e virtudes um do outro. Durante todo o tempo de preparação para o casório, eu trabalhava quase o dobro da jornada dele, então ele fazia grande parte da função da noiva. Partilhamos dos detalhes, dos milagres. Sou filha de costureira e meu pai nunca teve uma profissão definida, já o vi se virando de todas as formas. Não sei descrever da onde surgiu condições financeiras para um festa como a que tivemos. Simples, para muitos, algo muito simples, mas para nós, um milagre da parte de Deus. Casamos com uma casa comprada, um carro na garagem, e uma festa linda. Ganhamos tanta coisa que hoje, depois de 2 anos e meio, não abri muitos presentes ainda. Tivemos uma lua de mel maravilhosa, nossa cara, divertida e surpreendente.

casamento-3

Hoje somos líderes de adolescentes, e um dos assuntos que mais tratamos, são as coisas do coração. Continuamos como começamos: companheiros de uma obra, apaixonados, e respirando fundo diante dos ‘’não ‘’ da vida, com a paz de um SIM, que decidimos buscar lá atrás em meio a dor. Somos a prova viva de que Deus nem sempre nos dará algo diferente do que pedimos. As vezes Ele não está interessado em trocar as peças escolhidas, mas apenas deseja tê-las em Suas mãos.

Continuo entregando a caixa à Deus, mas agora, eu a monto com ajuda de quem outrora foi parte dela. Ainda não abri todos os compartimentos, é verdade, mas quero fazer praticando o que aprendi e presenciei na minha vida sentimental. Nas mãos de quem escreve, cada história é única, ensina e transmite a mensagem de que, Deus continua interessado em nos suprir em tudo, e na maioria da vezes, Ele vai além do que precisamos. Ele une sonhos, junta propósitos, escreve histórias, e surpreende corações!

Por Natália Araújo
{Se você também quer compartilhar a sua história aqui no blog, entre em contato pelo email contato@blogdade.com.br :) }

Join the discussion 16 Comentários

  • História, linda e inspiradora!
    Deus continue abençoando vocês e creio que através de seus testemunhos e vida de muitos estão e serão transformadas pelo ABA. :)

  • Adna Raquel disse:

    Gostei demais! Que história linda! *.* Renova nosso fôlego de esperança e nos faz admirar ainda mais o agir de Deus quando nos deixamos ser guiados por Ele. Mais uma vez percebemos que tudo acontece no tempo certo de Deus e que todas as coisas cooperam para os que foram chamados segundo o seu propósito. Que o Senhor continue a abençoar seus servos.

    Amei o post, Dé! Quando sai o próximo? :D

  • Que história inspiradora rs!
    Deus abençoe, estou no tempo de espera e entrega, e ler o blog me fortalece muito, só que passou por este momento sabe o quão conflitante é!

    Obrigada Dé, por ser uma resposta de Deus através do seu blog, e as outras pessoas que colaboram ao contar seu testemunho, espero ter a oportunidade de um dia contar o meu e ajudar outras meninas! Beijos.

  • Stefane Semenoff disse:

    Eu já conhecia essa história contada pela Naty, mas confesso que lendo aqui, foi como se fosse a primeira vez… E pra mim, essa é uma história exemplar e muito melhor do que de conto de fadas! É real, e inspira à busca pela vontade de Deus. O Lu é um príncipe mesmo!!!! hahaha meu primo lindo, que foi agraciado com uma rainha mais linda ainda! Admiro demais os dois, e os amo muitoo! Uma história linda e escrita pelo dedo de Deus, que agora está registrada para quem quiser ler, como um lindo testemunho.
    Beijinho.
    att. Tety <3

  • Evellyn disse:

    Nossa chorei Naty que lindoooooooooooooooo, muito bom saber das coisas que o Senhor faz e da forma com que ELE trabalha pra nos suprir e cuidar dos detalhes das nossas vidas, uma história muito inspiradora……

  • Juliana Grou disse:

    Que história mais linda e inspiradora! Mesmo que de longe, vi a transformação de Deus na sua vida e depois de tantos anos, nos reencontramos no local menos esperado e pude conhecer um pouco da história de vcs e compartilhar desse momento maravilhoso da vida de vcs, onde Deus abençoou essa história de 5 anos. Naty, vc é um exemplo pra todos que tem o prazer de conviver contigo (incluindo a mim), exemplo de pessoa e, principalmente, de cristã, pq basta apenas olhar pra vc e vemos o brilho Dele na sua vida. Que Jesus continue guiando os caminhos desse casal lindo e abençoado!!!

  • Jackeline Brito disse:

    Que lindo
    Emocionante<3

  • Gabriela Tenuta disse:

    Pude conhecer essa historia de perto, e fico extasiada com o amor de Deus!m. E apesar de nao ser novidade para mim, chorei desde o começo do texto, que Deus perfeito servimos!! Glorias a Ele!! E que Ele os abençoem e sustente cada dia mais nesse proposito.

  • Priscilla Arevalo disse:

    genteeeeeeeeeeeeeee que historia mais linda da minha amiga Naty <3, elem de tudo isso que ela viveu ela ainda tem tempo pra ajudar amigas como eu a ser melhor… Naty e Luis sao exemplos pra nós, sao benção nas nossas vidas amo demais esse casal <3 tudo de lindo pra vcs, e um dia a minha historia tbm sera compartilhada aqui !! hahahahah ( amém né ) bjus e paz do senhor

  • Vanessa Correa disse:

    Que história linda! Fiquei emocionada, Deus é maravilhoso e sempre honra os filhos obedientes. Obrigada Dé por compartilhar essa história! Beijos

  • Jessica disse:

    De, sou tão suspeita pra falar do seu blog, mas que história linda é essa?! Deus é maravilhoso em usar você,a Nathalia e tantas outras mulheres de Deus pra compartilhar sobre essa área tão especial. Deus abençoe vocês!

  • Luis disse:

    Oi gente, sou o abençoado ai do texto! hehehe… parece que ela ganhou o presente da vida dela, mas na verdade quem saiu no lucro foi eu!! Difícil achar uma mulher assim! o mais importante de tudo isso é que casamos sabendo que esse era o Plano de DEUS para nós. Nunca case sem a certeza de que Deus aprova. Nunca nem comece a namorar sem ter o aval Dele. É essa certeza que vai sustentar o relacionamento nos momentos de crise.

    Mais uma coisa, apesar de ter namorado (corte) antes Natalia foi a única menina que beijei depois da minha conversão. Deus honra quem se guarda!
    Fiquem com Deus.
    Abraços.

  • Jéssica Roberta disse:

    Chorando! Que benção! Que história inspiradora! Como Deus é lindo, cuidadoso e delicado com os seus! Deus abençoe casal! E o seu trabalho Dé!

  • Fabiana Nobre disse:

    Aiiii estava sentindo falta das lindas historias de amor!!! Isso me dá animo em esperar, pois irá valer a pena…..

  • Amanda disse:

    Chorando horrores aqui . ….

  • Ly disse:

    Que emocionante! Como Deus é perfeito. Linda a história de vida de vocês. Que Ele abençoe vocês de uma grande forma!

Gostou do post? Comenta aqui!